Solução Para Espaços Pequenos

No mundo atual, tem-se dado mais foco aos espaços ditos “funcionais”: com pequenas dimensões, práticos na distribuição dos cômodos e que caibam em edificações pequenas. Definitivamente este não é um tempo para quem gosta de ter muitas coisas em casa ou no trabalho…

Porém, ao mesmo tempo em que este novo modo de viver tenha seu lado prático e desapegado, por outro gera um grande problema: espaço em falta, inclusive para aquilo que é necessário, até mesmo as portas! Como a maioria delas ainda é basculante – ou seja, se abrem através de um sistema de dobradiças, ou então de pivô -, perde-se uma área importante atrás da porta, onde não poderá haver nenhum móvel ou objeto. E o cômodo já tendo dimensões reduzidas, essa é uma área importante perdida. Uma das soluções é instalar uma porta-balcão no lugar da basculante.

Problema geral

O problema de espaço não está resumido apenas às casas e apartamentos (especialmente os apartamentos). Também o comércio sofre com os espaços cada vez menores para se montar e fazer funcionar uma empresa, independente do tipo. Por exemplo, os escritórios de restaurantes. Naturalmente não precisam ser grandes, bastando que comportem uma mesa de negócios (com espaço para computador e papeis em eventuais reuniões), um arquivo e talvez um armário maior para insumos de escritório e papelaria. Entretanto, a porta basculante representa um problema neste local, pelas mesmas razões apontadas acima.

Assim, a porta-balcão representa um ganho de espaço importantíssimo para que as funções administrativas ocorram sem sufocamentos (literalmente), além de dar ao ambiente um ar de sofisticação muito próprio deste tipo de porta.

Outro lugar que se vale muito bem das portas-balcão são os ambientes de sauna. Habitualmente, coloca-se portas basculantes nestes locais, na maioria das vezes de madeira. Porém, como as saunas já têm dimensões reduzidas em função da intensidade térmica que deve ser mantida, uma porta basculante ali resulta em grande perda de espaço – sem contar que uma porta de madeira impede que quem abra a porta não veja se há alguém do outro lado. E uma trombada como essas em ambiente de piso molhado pode ser potencialmente perigosa. Nesse quesito, a porta-balcão pode ser de grande ajuda, já que suas amplas folhas de vidro permitem visualizar a presença de uma pessoa atrás da porta. Para manter o calor, pode-se instalar portas-balcão que suportem vidro duplo para evitar a perda térmica – e para preservar a intimidade, basta instalar vidros jateados. Devido a este tipo de porta ser confeccionado em alumínio, não há riscos de ferrugem ou outro tipo de deterioração do material devido à umidade.

 

Fácil manutenção

A manutenção das portas-balcão é extremamente simples e quase nunca é requisitada, já que ela é feita com material muito leve (alumínio) e dificilmente sobre envergamentos ou empenamentos devido ao uso – a não ser, é claro, que ela sofra uma pancada forte numa das esquadrias. Os modelos mais modernos têm trilhos localizados no batente superior, evitando o problema das portas antigas que corriam em rolamentos na parte de baixo que acumulavam sujeira. Além disso, o batente por onde a porta corre possui materiais que atenuam o barulho do deslizamento, tornando esta porta silenciosa e de deslizar muito suave.

Por fim, outra vantagem da porta-balcão é que ela dispensa calços para impedir que “batam” pela ação do vento. Isto a torna segura e confiável para que seja mantida aberta na proporção desejada sem o risco de barulhos extremos e quebra dos vidros devido ao impacto.